Dicas Visa Travel Money

Como estamos num país de décimo mundo, onde o governo sempre tenta dificultar a vida do povo, na esperança de abocanhar mais dinheiro, usar um cartão de crédito internacional deixou de ser interessante em viagens internacionais, depois que a digníssima presidenta subiu o IOF para 6.38%, ou seja, para qualquer compra em moeda estrangeira no cartão de crédito, o governo cobra 6.38% a mais (nem vou entrar no mérito da taxa de câmbio utilizada pelas operadoras de cartão). Detalhe: Antes o valor do IOF era de 2.38% (digamos, muito mais aceitável).

A dica para quem viaja para o exterior é fazer um cartão de crédito pré-pago, pois neles o IOF é de “apenas” 0.38%. O mais conhecido é o VTM (Visa Travel Money), oferecido no Brasil por algumas instituições financeiras ou casas de câmbio.

Maaassss, como tudo aqui tem um porém, ao usar um VTM para fazer reserva em hotel ou alugar carro, a VISA “bloqueia” 15% a mais do valor no saldo do seu cartão. Eles chamam isso de “taxa de segurança”, no caso de você consumir alguma coisa no hotel, ou quebrar alguma coisa no seu quarto. No “checkout”, o hotel confirma com a operadora o valor que será efetivamente debitado do cartão. Se não houve consumo ou você não destruiu nada por lá, a VISA te “devolve” os 15% em até 10 dias após a confirmação do hotel. Se houve consumo e ele foi menor do que o valor dos 15%, então o valor estornado será a diferença.

Acho isso ridículo, mas é assim que funciona. Mas e quando você reserva o hotel com meses de antecedência? Essa foi minha situação, e não encontrei nada pela internet que informasse exatamente como funcionaria esse bloqueio. Meu medo era que o saldo ficasse bloqueado por meses, até a data do checkout. Depois de vários emails e ligações com o pessoal do banco e do VTM, resolvi arriscar, e esse é o resultado:

Ao fazer o pagamento de uma reserva antecipada, a VISA irá debitar do saldo do seu cartão 15% a mais do valor efetivo da reserva. O hotel tem 15 dias, a partir da data do pagamento, para confirmar o valor da transação. Se o valor confirmado for exatamente o valor da reserva, os 15% a mais serão estornados integralmente. Se o hotel não se manifestar nesse prazo de 15 dias, o valor dos 15% será estornado automaticamente pela VISA (pelo menos é isso que eles dizem).

No meu caso, paguei a reserva de um hotel da Disney, e 3 dias depois os 15% já estavam estornados.

Outra dica sobre VTM: dê preferência de pegar um com chip, por ter senha e portanto ser mais seguro. Além disso, se você pretende usar o VTM para compras na internet, pode ser que ele não seja aceito. O que dizem é que se for um VTM Platinum (atualmente oferecido pelo Banco Rendimento), a chance de ser aceito é bem maior. Foi esse que peguei.

Não esqueça também de brigar no valor do dólar, na hora de fazer a conversão do câmbio pra carregar o cartão com dinheiro. Tente fazer com que o atendente deixe pelo valor do dolar turismo mostrado em sites como UOL, etc. Eles sempre jogam um valor maior de início.

Mais uma vez, o Brasil sai na frente no quesito “complicar a vida do cidadão”. Que saudades dos tempos onde não era necessário fazer toda essa “gambiarra”!

Boa sorte!

8 comentários

  • Oi Carlos! Tudo bem? Li o seu artigo e me surgiram umas dúvidas: essa taxa de segurança de 15% só é aplicada quando se faz reserva de hotel ou carro ? Ela é aplicada quando se faz compras também? Ou depende do valor da compra?
    Global travel card (amex) e o cashpassport (MasterCard) também possuem esse problema de taxa de segurança?
    Abraços e muito obrigado pelo post!

    • A taxa de 15% é só para reserva de hoteis e carros, portanto, quando fizer compras ela não existe. Quanto aos outros VTMs, até onde sei, a regra é válida para qualquer VTM com bandeira VISA… não sei responder quanto a MasterCard.

  • Grande Cantu , é realmente absurdo o que essas operadoras fazem no Brazil. Tudo é possível para eles, até cobrar 150% de juros ao ano eles podem. Mediante isso vc acha que eles querem pré-pagos ? Nem pensar. Tenho um cartão pre-pago do Banco Pan americano mas o “produto” vai ser “reformulado” mês quem vem. Não deu dinheiro como pensavam e vão acabar com o cartão. Assim como o Itau fez com o Megabonus do unibanco. Ou seja , cartão de credito pre-pago no Brasil nem pensar.Segundo as administradoras , não funciona (para eles pelo menos). Bota o juros do cc a 2% que eles vão mudar de ideia rapidinho. Aí vão ter que se re-inventar e trabalhar ao invés de mamar nas tetas dos clientes.

  • Pingback: Carlos H. Cantu Blog » Blog Archive » Dicas para os parques em Orlando

  • Pingback: Carlos H. Cantu Blog » Blog Archive » Dicas para compras em Orlando

  • Olá colega. Gostaria de tirar algumas dúvidas com você: como foi a aceitação do cartão VTM nos locais onde você utilizou? As locadoras de carros aceitam realmente este cartão (mesmo com o lance dos 15%)? Todas aceitam ou algumas recusam? Vi na internet alguns relatos de pessoas que tiveram problemas com esse cartão VTM.

    Todos os hotéis exigem que passe um valor no cartão? Mesmo se você já tiver pago antes por uma agência de viagens?

    Irei a Miami no mês que vem e pretendo alugar um carro. Meu cartão de crédito não é internacional, assim vou fazer um VTM. Será que terei problemas pra alugar carro por lá?

  • Renato, como aluguei uma van (o valor é considerável), optei por usar um cartão de crédito normal no pagamento, para não ficar com os 15% bloqueado e, portanto, impossibilitado de gastar esse valor durante a própria viagem. Tirando isso, acho que não teria problema em usar o VTM, desde que ele tenha crédito suficiente, obviamente.

    No hotel que fiquei, só usei o VTM quando comprei alguma coisa nas lojas lá dentro, pois já havia pago toda a hospedagem antecipadamente (com o VTM). Acho que isso varia de hotel pra hotel… melhor você se informar no hotel que vai ficar.

  • Entendi, obrigado pela resposta.

    Bom, vou levar VTM e dinheiro, já que não tenho cartão de crédito internacional. Quanto aos 15% bloqueados, fazer o que né. Já que é esta a política, tenho que segui-la. Penso em levar uns 2 mil aproximadamente no VTM, acho que é suficiente pra aluguel do carro (já com os 15%).

    Quanto ao hotel, meu agente de viagens disse que não seria preciso já que minha estadia já está paga antecipadamente por meio da agência.

Deixe uma resposta