CPMF

Finalmente essa lenga-lenga de prorroga ou não a CPMF acabou! Isso é um marco na história do país, pois até então “imposto” só era criado, nunca extinto.

Também mostrou que a oposição, que neste governo está fazendo um trabalho medíocre, tem algum poder, e que o governo não pode reinar livre e solto, como bem entender.

Dizer que o governo precisava desesperadamente desse dinheiro é balela. O governo tá com o caixa cheio, portanto dinheiro existe. Falar que ia investir na saúde também é babela. O “imposto” foi criado com esse fim, mas depois começou a ser usado para cobrir outros buracos (como o da previdência), e não duvido que tenha sido usado como fonte de recursos pra outros usos “não oficiais”. Veja o raio-x da CPMF aqui.

O problema, pra variar, é que quem vai pagar o pato é o povo. Já estão falando de aumentar os impostos pra compensar a queda na arrecadação. Nossa! Que novidade hein? Essa é a saída mais fácil pra um governo que gasta *muito mal* o nosso dinheiro (vide operação “tapa-buraco” e inúmeras outras “começões de dinheiro público”).

E sobre a saúde? O Lula se elegeu prometendo “olhar” pelos mais carentes, coisa que não fez até agora a não ser dando esmola via bolsa-família, e ainda tem coragem de dizer que a verba para a saúde vai ser comprometida por causa da CPMF!

Em outros países, aumento de imposto geralmente significa “quebra-pau” nas ruas pra fazer o governo voltar atrás. Infelizmente aqui, o povo tem o costume de aceitar tudo, talvez imaginando que o “jeitinho brasileiro” pode resolver qualquer coisa.

Deixe uma resposta