Amsterdam -> Praga

Estou desde quinta-feira em Amsterdam. Já que o avião para Praga fazia escala aqui, resolvi passar 2 dias para conhecer a cidade. Amsterdam é, no mínimo, diferente de qualquer cidade que conhecemos no Brasil. Aqui a população anda de bicicleta pra fazer praticamente qualquer coisa… as bicicletas geralmente são feias e velhas! Com certeza concertar bicicletas aqui deve dar algum dinheiro! hehehehe!

Além disso, os trens que correm a cidade são bastante modernos. O trânsito é totalmente estranho, pois nas ruas há uma mistura de trens, carros, bicicletas e gente andando! Isso só não se torna um caos porque todos respeitam muito os pedestres… diferente do Brasil, onde os pedestres tem que parar para o carro passar (ou então ser atropelado), aqui os carros é que param para os pedestres passar.

A cidade também é infestada de museus! Outra coisa bastante interessante são os canais que cortam toda a cidade. Basicamente você não anda mais que 3 quarteirões sem que haja um canal cortando. Amsterdam é coisa de louco! A cidade fica abaixo do nível do mar, e pra não ser inundada existe um esquema de eclusas e barreiras que regulam a quantidade de água do mar que entra na cidade! A água dos canais também é “trocada” constantemente (é bombeada para o mar) e portanto não tem cheiro ruim e é bastante limpa (transparente).

Por último, vale lembrar que aqui alguns tipos de drogas são liberadas para consumo, portanto não é raro você entrar em alguma das centenas de “cafés” e ver no cardápio coisas como cogumelos alucinógenos e maconha 🙂 Há também um bairro chamado “Red Light District” onde ficam as prostituas que aqui é profissão legalmente reconhecida, com direito a aposentadoria, pagamento de impostos, saúde, etc. Interessante é que as “amigas” ficam expostas em vitrines (isso mesmo), esperando algum cliente interessado!

Bom, é isso aí… mais tarde pego o vôo pra Praga e finalmente rever alguns velhos amigos do time do Firebird e aguardar o início da conferência no domingo! Vou tentar mantê-los informados do que se passa, postando aqui no blog sempre que possível.

T+!

Um comentário

  • Saudações Cantu, faz muito tempo que acompanho seus artigos e informações no seu site. Fiquei sabendo há alguns dias que esteves em minha cidade ministrando um curso de FireBird para uma empresa local. Pena que eu não soube a tempo para ao menos cumprimentá-lo pessoalmente pelo exemplar trabalho sobre FireBird e sobre tudo à comunidade OpenSource mundial.

    Só para complementar sobre as bicicletas de Amsterdã, segundo o presidente da empresa que trabalho, que esteve lá uns dois meses atrás, as bicicletas velhas são para trabalhar, e nos finais de semana o pessoal sai com a bicicleta mais nova, porque segundo ele, existe muito roubo de bicicleta e o pessoal evita sair com a melhor de casa no dia a dia. Ele contou também que o rio que passa na cidade está cheio de bicicleta roubada. Parece que o fulano rouba a bicicleta num local porque precisa chegar há algum lugar e depois joga no rio.

    Um abraço aqui do Oeste de Santa Catarina, Pinhalzinho pra ser mais exato.

    Cleocir.

Deixe uma resposta