Calcinha Kung-Fu

Uma das músicas mais tocadas nas rádios na época do “Pograma do Djalma” era uma versão zoada da música “Katia Flávia”, do compositor Fausto Fawcett. A “Calcinha Kung-fu” era cantada por um “pseudo japonês” e obviamente tem a letra toda zoada. Atendendo a pedidos e saindo direto do “arquivo pessoal” de velharias deste que vos escreve, segue o link da dita cuja.

Novos posts do Djalma

O usuário “Long Live” da comunidade do Djalma no Orkut postou vários links de MP3s. Divirtam-se:

Djalminha e professor formiga

Acabo de disponibilizar mais alguns MP3 do Djalma Jorge. O primeiro dele traz a participação do Djalminha, o “filho do Djalma”, primeira versão (a mais legal e aloprada). Por alguma razão, depois de algum tempo substituíram o Djalminha por um outro “filho” que não era tão legal. Provavelmente o cara que fazia a voz do Djalminha deve ter deixado a Jovem Pan, apesar que não seria muito difícil de imitar ele.

O segundo MP3 é do professor formiga, diretamente trazido da Finlândia, o cara fala tudo “de traz para frente”, e o Djalma usa seu super computador para “traduzir” o que o cara fala. O detalhe é que o cara só fica “zuando” o Djalma 🙂

Ciliano, Jornal Naciobral e Carnaval

Houve uma época em que o programa do Djalma transmitia as aulas de “ingreis” dadas pelo “Mestre Ciliano”, em que ele ensinava ao seu pupilo (Severino) a tradução (furada, obviamente) de diversas palavras do Ingrêis para o Português. Aqui estão duas dessas “aulas”: Aula1 e Aula2.

Estou disponibilizando também uma edição do Jornal Naciobral, sátira do Jornal Nacional da Rede Globo, que no Djalma era chamada de Rede Zambow 🙂

E pra finalizar os posts dessa semana, já que estamos nos aproximando do Carnaval (eca!), aí vai uma versão “éxcrusiva” do tema da Portela.

Prêmio Grammy (Cremelim)

Adicionando mais um MP3 do Djalma… dessa vez é a apresentação do prêmio Grammy, transmitido diretamente dos EUA, da cidade de Mongaguá 😀

Obviamente o prêmio é uma zoeira só, a começar pelos ganhadores… Ataufo Alves, Arlípio Martins, Silvio Santos, Carlos Aguiar, etc.

O evento é encerrado com o prêmio de melhor disco do ano: Eduardo e Mônica, uma paródia da música gravada pelo legião urbana.

Baixem o MP3 aqui.

Abertura do programa

O programa Djalma Jorge tinha particularidades que acabaram se tornando marcas registradas. As palavras erradas (ex: ténica, melódia, etc.) e o uso de músicas de fundo, digamos… não muito atuais (mesmo para a época) enquanto o Djalma falava as besteiras, acabaram dando uma personalidade própria ao programa.

Estou colocando no ar mais um MP3, dessa vez com a abertura de um dos programas, que sempre começavam com a mesma música de fundo (ouça e você vai reconhecer imediatamente). Logo em seguida, entra o Jornal do Djalma, apresentado pelo repórter Ciliano, que sempre trazia notícias totalmente inúteis e retardadas, além de ser narrado em cima de uns tambores que ficam tocando de fundo 🙂

Vale lembrar que o programa fazia muitas referências a Rede Globo, mas usava o nome de “Rede Zambow” 😀

1 2