Firefox download day

O Firefox é meu browser preferido há vários anos! Com a proximidade do lançamento da versão 3.0, e numa ótima sacada de “marketing”, o pessoal está organizando o Firefox Download Day, no intuito de entrar para o Guiness (livro dos recordes) como sendo o software com maior número de downloads em 24h. Já me registrei como participante 😉

Android, impressões iniciais…

Pra quem nunca ouviu falar, o Android é um sistema operacional que está sendo desenvolvido pela Google e parceiros (chamados de Open Handset Alliance), baseado em Linux, e voltado para dispositivos móveis (celulares, smartphones, etc). Anunciado há alguns meses atrás, o produto vem alcançando sua maturidade e estabilidade rapidamente.

Veja neste link uma série de vídeos demonstrando a atual interface e recursos do Android (a Microsoft provavelmente terá que acelerar o ritmo de inovações no Windows Mobile se não quiser perder mercado rapidamente). A InformationWeek também fez uma análise do Android (chamado Dossiê Android) que pode ser visto aqui (em português).

Como usuário “recente” de um PocketPC rodando Windows Mobile, tenho sentido na pele o quanto este “mercado” ainda pode melhorar e crescer, principalmente em inovação e melhoria na qualidade do sistema operacional e aplicativos. Nessas horas é que sinto falta do Delphi suportar desenvolvimento visual para CompactFramework. Sinto que desenvolver para mobile hoje é uma tarefa quase tão “ingrata” quanto criar aplicações Windows em 1993.

Outra coisa que precisa ser melhorada urgentemente é a capacidade das baterias, que geralmente não aguentam algumas horas de uso intenso. Uma tecnologia promissora é a de tornar os dispositivos móveis auto-sustentáveis quanto a energia, fazendo com que eles consigam se auto-carregar quando expostos a luz solar. Mesmo que não se consiga uma carga completa, com certeza teríamos uma sobrevida de energia, pelo menos quando não estivesse chovendo 😉

CQC – humor inteligente

O CQC (Custe o Que Custar) é exibido na Bandeirantes, e comandado pelo Marcelo Tas (que saiu da TV Cultura há algum tempo atrás, onde apresentava o Vitrine). Logo que o programa estreou, assisti alguns minutos e confesso que não me chamou muito a atenção. Mas nas últimas duas semanas, ri muito com as reportagens “sarristas” que eles fazem! O programa tem um humor bastante inteligente, e eles não perdoam ninguém! Veja abaixo a entrevista que fizeram com o Maluf, na inauguração da nova ponte em SP (pra quem não sabe, Maluf tem algumas desavenças com o Marcelo, do tempo em que ele era o repórter Ernesto Varela)!

Os “inserts/efeitos” que eles fazem durante os vídeos também são muito legais! Procure no YouTube por outras entrevistas e dê boas risadas! O Eduardo Suplicy é um que vira e mexe é abordado pelo CQC… imagine o que sai dali.

Para dar uma descontraída…

DOS DOUTORES…

– Doutor, tenho tendências suicidas. O que faço?
– Em primeiro lugar, pague a consulta.
————————————————-

– Doutor, sou a esposa do Zé, que sofreu um acidente; como ele está?
– Bem, da cintura para baixo ele não teve nem um arranhão.
– Puxa, que alegria. E da cintura para cima?
– Não sei, ainda não trouxeram essa parte.
————————————————-
Após a cirurgia:
– Doutor, entendo que vocês médicos se vistam de branco. Mas por que essa luz tão forte?
– Meu filho, eu sou São Pedro.
————————————————-
No psiquiatra:
– Doutor, tenho complexo de feia.
– Que complexo que nada.
————————————————-
– Doutor, o que eu tenho?
– Ainda não sei, mas vamos descobrir na autópsia.
————————————————-
– Doutor, vim aqui para que o senhor me tire os dentes.
– Mas minha senhora, não sou dentista, sou gastroenterologista, e vejo que a senhora não tem nenhum dente na boca.
– É claro doutor. Engoli todos.
————————————————-
O psiquiatra incentiva o paciente:
– Pode me contar desde o princípio…
– Pois bem, doutor! No princípio eu criei o céu e a terra…
————————————————-
O psiquiatra para o paciente:
– Meu amigo, eu tenho uma boa e uma má notícia para você.
A má é que você tem fortes tendências Homossexuais.
– Meu Deus, doutor! E qual é a boa notícia?
– A boa notícia é que acho você um gato.

1 2 3