Arca do fim do mundo

Um banco de sementes foi criado na Noruega, para preservar diversas espécies de plantas, no caso do planeta sofrer uma catástrofe nuclear. O Brasil diz que enviará 400 tipos de sementes para lá.

O lugar fica incrustado no gelo, e a temperatura lá dentro chega a -18C. A idéia é preservar 4.5 bilhões de sementes. A título de curiosidade, a cevada pode ser preservada por até 2 mil anos, então provavelmente a cerveja continuaria existindo 🙂

De qualquer forma, fico imaginando o que teria que ser feito para essas sementes germinarem, visto que dependendo do tamanho do estrago  nuclear, teríamos radiação por todos os lados, talvez em todo o planeta, sem falar nos outros efeitos colaterais, como mudança de clima, etc.