Henrique Mesquita – cuidado com “picareta”!

Há 4 meses estou vivendo uma “novela” protagonizada pelo Sr. Henrique Mesquita, residente em Novo Hamburgo – RS, cep 93510-130, que presta serviços de reparos em câmeras fotográficas digitais.

Há alguns meses atrás, minha filha caiu enquanto carregava minha câmera Olympus FE-120 (6 megapixels, zoom otico 3x), danificando o CCD. A partir daí, as fotos tiradas com ela ficavam totalmente “zebradas” e irreconhecíveis.

Enviei a câmera para o Sr. Henrique a fim de obter um orçamento. Após algumas dias, ele me retornou o custo de R$ 160,00 para arrumar a câmera. Aceitei o orçamento, sendo que o prazo para entrega do produto reparado era de 15 dias.

Passaram-se semanas e mais semanas e nada do produto chegar. Cobrei inúmeras vezes, obtendo como resposta vários emails contendo algum tipo de desculpa justificando o atraso.

Meses depois, ele finalmente disse que tinha arrumado a câmera. Providenciei o pagamento antecipado (incluindo frete por sedex) para que pudesse receber o produto rapidamente. Vários dias se passaram, e nada da câmera chegar… mais uma vez, cada hora era uma desculpa diferente, até quem então ela foi despachada, por encomenda normal (e não sedex, como eu havia pago). O pior ainda estava por vir, pois ao receber o produto, constatei que além de não ter corrigido o problema, ela voltou pior do que foi (agora nem o LCD mostrava a imagem!).

Entrei novamente em contato com o Sr. Henrique, que alegou que “não sabia o que podia ter acontecido”, e que o serviço estava na garantia, portanto eu devia envia-la de volta para que ele corrigisse o problema. Enviei novamente a câmera para o indivíduo, e após muito tempo e cobranças via email, recebi a resposta que a motherboard da câmera tinha quebrado, e que em alguns dias ele estaria corrigindo o problema e devolvendo-a para mim.

Pra resumir a história, até hoje não recebi a câmera, nem o dinheiro que gastei, de volta.

Estou postando isso aqui para que mais ninguém seja prejudicado por esse senhor. Espalhe o acontecido para seus conhecidos, pois esta é a única forma de proteger-nos de pessoas que não cumprem com sua palavra, abusando da confiança da população, lucrando as custas dos outros.

PS: Tenho todos os emails arquivados, bem como o comprovante de pagamento, correio, etc. Tudo que está escrito aqui pode ser provado.

Removendo a dependência da IDE do Delphi com o .NET

Para quem não se importa de perder alguns recursos como rafctoring, code templates, etc. vale a pena desligar as packages que dependem do .NET e que são carregadas automaticamente quando se inicia a IDE do Delphi. Com isso, ganha-se memória e velocidade de carregamento.

Existe um programa que ajuda nessa tarefa, chamado Delphi Distiller, que pode ser baixado aqui. As packages que tive que desligar são:

  • codetemplates100.bpl
  • Borland .NET Core IDE Package
  • Borland Delphi for .NET IDE Core Package
  • Borland Refactor IDE Package
  • TGIDE100.bpl
  • unittestide100.bpl

Fica aí a dica!

No Delphi 2007, basta rodar o Delphi Distiller e marcar a opção “Avoid loading additional .NET IDE crap by delphicoreide100.bpl“.

Atualização (03-Ago): No Delphi 2007 é impossível remover todas as dependências da IDE com o .NET, pois torna-se impossível trabalhar com qualquer projeto 🙁

Fake Steve Jobs

A gente vê de tudo nessa internet 🙂

Tem um cara aí que ninguém sabe quem é, mas ele diz ser o próprio “Steve Jobs” (CEO da Apple). O cara ficou conhecido como Fake Steve Jobs (ou Falso Steve Jobs) e deu uma entrevista recentemente pra ZDNET… os caras disseram que já que o verdadeiro não fala com eles, então decidiram entrevistar o falso mesmo 🙂 De qualquer forma, a entrevista é muito engraçada… vale a pena dar uma olhada. O cara também mantém um blog com uns posts no mínimo divertidos.

Uma outra coisa legal que achei é essa imagem que mostra a evolução dos equipamentos da Apple.