“Super Simples” – piada!

A partir de Julho/2007, passa a valer o Super Simples. Empresas que hoje estão enquadradas no Simples e que não possuem dívidas com a receita, serão migradas automaticamente para o novo sistema de tributação, pois o Simples “deixa de existir”.

Acontece que para empresas de serviços, especialmente de algumas categorias (entre elas desenvolvimento de software), pode haver um aumento absurdo na carga tributária! Em média, essas empresas pagarão 17% de impostos sobre o faturamento (salvo aquelas que possuem uma folha de pagamento razoável).

Em suma, o que foi criado como uma forma de desestimular a sonegação e o comércio informal, acabou se tornando mais uma mina de ouro para esse governo incompetente, que ao invés de gastar e roubar menos , só pensa em aumentar a arrecadação, explorando aqueles que realmente trabalham duro pra ganhar o seu ganha pão.

Obviamente algumas empresas (principalmente as de comércio) se beneficiarão com o novo sistema, “subsidiadas” pelas outras que se ferraram com as novas alíquotas. Ou seja, o governo nunca perde, já os empresários e a população……

Consulte seu contador, talvez seja melhor ir para “Lucro Presumido” do que ficar nesse “Super Simples”.