CPMF

Finalmente essa lenga-lenga de prorroga ou não a CPMF acabou! Isso é um marco na história do país, pois até então “imposto” só era criado, nunca extinto.

Também mostrou que a oposição, que neste governo está fazendo um trabalho medíocre, tem algum poder, e que o governo não pode reinar livre e solto, como bem entender.

Dizer que o governo precisava desesperadamente desse dinheiro é balela. O governo tá com o caixa cheio, portanto dinheiro existe. Falar que ia investir na saúde também é babela. O “imposto” foi criado com esse fim, mas depois começou a ser usado para cobrir outros buracos (como o da previdência), e não duvido que tenha sido usado como fonte de recursos pra outros usos “não oficiais”. Veja o raio-x da CPMF aqui.

O problema, pra variar, é que quem vai pagar o pato é o povo. Já estão falando de aumentar os impostos pra compensar a queda na arrecadação. Nossa! Que novidade hein? Essa é a saída mais fácil pra um governo que gasta *muito mal* o nosso dinheiro (vide operação “tapa-buraco” e inúmeras outras “começões de dinheiro público”).

E sobre a saúde? O Lula se elegeu prometendo “olhar” pelos mais carentes, coisa que não fez até agora a não ser dando esmola via bolsa-família, e ainda tem coragem de dizer que a verba para a saúde vai ser comprometida por causa da CPMF!

Em outros países, aumento de imposto geralmente significa “quebra-pau” nas ruas pra fazer o governo voltar atrás. Infelizmente aqui, o povo tem o costume de aceitar tudo, talvez imaginando que o “jeitinho brasileiro” pode resolver qualquer coisa.

Ticketmaster – tem muito que melhorar!

Pela primeira vez usei o serviço da TicketMaster pra comprar ingressos para um show (Iron Maiden, em SP). O sistema de compra tem um visual meio rudimentar, mas tudo bem.

No entanto, a qualidade e eficiência do serviço deixou muito a desejar, ainda mais pelo exorbitante  valor cobrado pela tal da “taxa de conveniência”, que no meu caso representou 20% do valor dos ingressos.

Pra começar, após finalizar o pedido, você recebe um email dizendo que seu pedido foi recebido, mas isso não quer dizer que seus ingressos estão garantidos. Você deve esperar até 3 dias úteis pra receber a confirmação final, que só será dada após a liberação de crédito pela operadora do seu cartão. Pasmem! Nos tempos de hoje, eles não tem um sistema online com a operadora, portanto o número do cartão fica armazenado no banco de dados dele (pelo menos por algum tempo), comprometendo assim a segurança dos clientes.

Outra coisa, espera-se que um sistema on-line de compra de ingressos seja exatamente isso: ON-LINE ! Como é que um sistema dito on-line deixa você finalizar o pedido de compra (fornecendo todos os dados, inclusive os de cobrança) sem saber se há ainda ingressos disponíveis?!?!?

Passaram-se os 3 dias úteis e nada… tive que mandar um email perguntando o que estava acontecendo. No dia seguinte liberaram a compra.

Decepcionante…

Calcinha Kung-Fu

Uma das músicas mais tocadas nas rádios na época do “Pograma do Djalma” era uma versão zoada da música “Katia Flávia”, do compositor Fausto Fawcett. A “Calcinha Kung-fu” era cantada por um “pseudo japonês” e obviamente tem a letra toda zoada. Atendendo a pedidos e saindo direto do “arquivo pessoal” de velharias deste que vos escreve, segue o link da dita cuja.

Novos posts do Djalma

O usuário “Long Live” da comunidade do Djalma no Orkut postou vários links de MP3s. Divirtam-se:

1 2 3 12