O Brasil não muda mesmo :-(

иконописMais uma vez, o brasileiro sai perdendo devido a política tributária absurda adotada nesse país.

Quando os carros chineses/coreanos começaram a chegar por aqui, completos e com preço muito inferior aos nacionais (não vou discutir qualidade), fiquei com a esperança de que esse mercado que há tempos adota a filosofia do “porque vender mais barato se mesmo vendendo caro estamos batendo recordes de venda?” iria finalmente levar uma chacoalhada e ter que se adaptar, baixando os preços e, portanto, beneficiando o consumidor.

Mas não demorou muito para o governo entrar no meio e acabar com essa possibilidade. Com a desculpa de “proteger” a indústria nacional e os empregos, elevaram em 30% os impostos dos carros importados (que tenham menos de 65% de peças brasileiras). Essa elevação afeta diretamente as montadoras chinesas e coreanas (visto que carros importados de países do Mercosul tem acordos que os mantém fora desse aumento).

Enfim,  com isso, aumentam os preços dos carros importados, ao invés de baixar o preço dos carros nacionais, e mais uma vez, quem perde é o consumidor, que se vê obrigado a continuar pagando os preços absurdos dos automóveis vendidos nesse país.

É protecionismo puro (me trouxe lembranças de uma tal de “reserva de mercado”, que muitos de vocês, profissionais de informática, devem se lembrar também).

Com isso, “ferram” as empresas de fora que estavam investindo em montar sua rede de concessionárias no país. Afinal, ninguém vai montar fábricas aqui sem ter antes uma rede de concessionárias em funcionamento.

Mais ridículo ainda, é terem anunciado isso como “redução da alíquota de IPI para os carros nacionais”! Ou seja, eles aumentam o IPI dos carros em 30%, e anunciam que os carros nacionais terão redução de 30% no IPI. Será possível que acham que todo mundo é trouxa?

Até quando?!?!?!?!

Deixe uma resposta