Maratona FDD

Esta semana começou minha maratona para realização do 5º Firebird Developers Day. Serão praticamente 3 meses de muita ansiedade e trabalho diário para que tudo saia perfeito (pelo menos essa é sempre a intenção ;-).

Aqueles que puderem ajudar na divulgação do evento, ficarei imensamente agradecido. Para isso, peço que adicionem um banner nos sites, ou então imprimir alguns cartazes e espalhar pela sua região.

FDD

Esta edição terá a presença mais do que especial de Dmitry Yemanov, chefe da equipe de desenvolvimento do Firebird. Além disso, os participantes terão direito a descontos super especiais no registro de softwares relacionados ao FB. A IBSurgeon, por exemplo, está oferecendo um pacote com todas as ferramentas de otimização e reparação de bases de dados por apenas R$ 165,00!

Borland faz 25 anos!

BorlandFundada no dia 2 de Maio de 1983, a Borland está fazendo hoje 25 anos!

Para mostrar a importância da Borland entre os programadores das últimas 2.5 décadas, vou citar o meu próprio caso!

Meu primeiro contato com programação para IBM-PC foi através do dBase II. Depois, com o Clipper, e entre os programadores Clipper, era quase que unânime o uso do SideKick para editar o código fonte (.prg). O Clipper começou como um compilador de dBase, e com o tempo evoluiu para uma linguagem própria. Tanto o Clipper como o dBase tiveram sua época áurea entre os programadores de aplicações que faziam uso de Banco de Dados (mais especificamente, DBF). Não foram poucas as vezes em que usei o TASM (Turbo Assembler) para desenvolver bibliotecas de funções para serem usadas com o Clipper.

Já para as aplicações não-dependentes de bancos de dados, sempre fui fã do Pascal, usando o Turbo Pascal para desenvolve-las, seja no formato .com ou .exe.

Na faculdade, tive contato com o Turbo Prolog e com o Turbo C, além do já conhecido Turbo Pascal.

Em 1994, o WIndows já havia conquistado grande parte do mercado, e a programação “for Windows” já estava se tornando uma necessidade de todo programador. Testei o Turbo Pascal for Windows, mas a idéia de escrever código para Windows “no braço”, tendo que lembrar das trocentas funções com nomes enormes e esdrúxulos, acabou fazendo com que eu não me animasse muito com a idéia. Felizmente, em 1995 chegou o Delphi (atualmente nas mãos da CodeGear, uma sub-divisão da Borland)! Meu Deus! Uma ferramenta fantástica, que permitia desenvolver aplicações GUI para Windows de forma visual e totalmente orientada à objetos! Sem falar do fato de usar o Pascal como linguagem de programação! Estava no céu! |Tudo isso somado ao fato de oferecer acesso fácil (via BDE) aos principais bancos de dados da época (ex: DBF, Paradox, InterBase, Oracle, SQLServer, DB2, etc) fez com que eu elegesse o Delphi como minha ferramenta de programação “do coração”, parceria que continua até hoje!

Pois bem, todas a palavras em negrito nos parágrafos anteriores estão de alguma forma relacionados com a Borland! dBase, Turbo Pascal, Turbo C, Turbo Prolog, SideKick, Delphi, Turbo Pascal for Windows, Paradox, InterBase, etc… são todas ferramentas ou linguagens desenvolvidas pela Borland, ou que de alguma forma estão relacionadas à ela.

Uma pena que nos últimos anos, a Borland deu umas “pisadas de bola” bem sérias! Mas não posso deixar de dar os parabéns pelo aniversário à uma empresa que esteve constantemente presente na minha vida profissional nas últimos décadas. Parabéns Borland!

Veja aqui um timeframe de todos os lançamentos e realizações desde sua fundação, em 1983.

1 2 3